Como fazer uma introdução

Qualquer trabalho escrito a ser apresentado, seja na escola ou num local em que lhe peçam que o faça, integra obrigatoriamente sete partes distintas, a capa, o índice, a introdução, o desenvolvimento, a conclusão, a bibliografia e os anexos. Ao realizarmos um trabalho devemos respeitar e manter esta estrutura, assim não haverá como falhar, uma vez que este é um padrão internacionalmente esperado de qualquer estudante e não-estudantes.

Composição de um trabalho escrito


Capa

referir o nome da escola, da disciplina, o título do trabalho, a identificação do autor ou autores por ordem alfabética (nome do aluno, turma, número) e a data em que o trabalho foi realizado;

Índice

apresentação dos capítulos e partes que constituem o trabalho bem como as respetivas páginas;

Introdução

apresentar de forma resumida o que vai ser tratado (o tema) e como irá ser apresentado;

Desenvolvimento ou o Corpo do Trabalho

explicar de forma organizada, o caminho percorrido, as reflexões sobre os problemas levantados e as justificações das posições tomadas. Pode ser dividido em subtemas ou em capítulos com títulos e subtítulos;

Conclusão

síntese do assunto desenvolvido e das conclusões a que se chegou. Pode conter a opinião dos autores do trabalho sobre o assunto desenvolvido;

Bibliografia

apresentar todas as fontes que foram consultadas, por ordem alfabética dos apelidos dos autores, cujas obras foram consultadas;

Anexos (se existirem)

exposição de todos os materiais que completam e fundamentam o trabalho (exemplos: inquéritos aplicados, guiões das entrevistas, quadros-resumo, etc.).

Uma vez abordada a estrutura principal de um trabalho escrito, iremos virar a nossa atenção para a introdução, ou seja, depois de finalizado o trabalho iremos voltar ao inicio para que a introdução, agora tenha muito mais lógica, pois ao longo do processo de escrita ideias, teorias e fontes podem-se alterar.

Como já foi referido a introdução tem como finalidade situar o tema do trabalho e apresentar numa forma resumida o que vai ser tratado e como irá ser feito.
A introdução deve ser breve e objetiva, deve referir de uma forma resumida a natureza do trabalho, a sua importância e como foi elaborado, ou seja objetivos, métodos e procedimentos seguidos.

Nesta também pode constar os motivos da escolha do tema, as dificuldades encontradas e as vantagens de estudar o assunto, bem como outras informações que se considerem importantes.

È fundamental que o leitor ao ler a introdução identifique o tema que vai ser tratado no trabalho e fique elucidado quanto ao raciocino exposto. Ver video

Autor: Rua Direita