COMBUSTÍVEL PARA VIDA

COMBUSTÍVEL PARA VIDA

O homem desde os primórdios sempre procurou algo que desse sentido a sua existência. A busca quase incessante por algo que o motivasse a evoluir pautou mesmo que inconscientemente a história humana.

Evidentemente, com o desenvolvimento da ciência, foi possível compreender melhor os diversos fatores que interferem na motivação do indivíduo.

É possível notar, que o homem precisa de algo que vai além de um reconhecimento financeiro, hierárquico ou promocional, pois com o passar do tempo estas coisas não serão mais atrativas. O ser humano precisa de: motivação.

Quando digo motivação, logo, refiro-me, ao impulso interior que nos alça a águas mais profundas, a desbravar o novo, a lançar-se nas possibilidades em busca dos objetivos. Mas quais objetivos? O que te motiva? Quais são os seus objetivos?

A etimologia da palavra objetivo, deriva do Latim OBJECTIVUS, de OBJECTUM, “algo colocado à frente (dos olhos, da mente)”.
Difícil? Talvez. O fato é que nossos objetivos estão em constante mudança. Comprar uma casa, trocar o carro, terminar a faculdade... Ufa! Que sufoco!

Entretanto, qual a graça da vida senão esta? Mirar em um sonho e canalizar suas forças para conquistá-lo, como uma flecha ao alvo.
Nada como o sabor de uma conquista!

Já nos ensinava Martin Luther King “Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito...”.
Talvez o segredo seja este: Não cesse de avançar! Não desista! Persista! Corra! Alcance!

É claro que quando olhamos para todos os nossos objetivos, nasce uma dúvida: Terei tempo para tudo isso? Digo-lhe, depende. Depende de como você gasta seu tempo, como você administra este curto e custoso espaço e até mesmo com quem você o gasta.

Tem momentos que você deve refletir consigo mesmo e avaliar se o tempo que gasta com algumas coisas, de fato, tem valido a pena, se os retornos trazidos tem valido o investimento. Quantas coisas você descobrirá ao fazer esta experiência... Meu Deus, o que tenho feito com a minha vida? É isso mesmo que quero pra mim?

A vida passa depressa demais para ser desperdiçada, por isso extraia dela o melhor que puder, o melhor que conseguir, levante-se de manha com a certeza que hoje não será mais um dia, mas será O DIA. O dia onde tudo é possível, o dia onde posso mais uma vez canalizar as minhas forças e desejos para alcançar meus objetivos.

E amanhã? O amanhã ainda é incerto, mas quando ele for certo, terei mais uma oportunidade de aprender, de melhorar, de estudar, de aperfeiçoar, enfim de fazer o bem. O bem para mim e para os outros que me cercam.

Não desprezes o dom que a vida te deu, afinal quando ela passar não restará mais nada, a não ser aquilo que marcamos na vida das pessoas, as boas lembranças, as conquistas que deixamos, a admiração daqueles que ficaram.

Por isso, faça a experiência de identificar quais são os seus objetivos, e invista neles. Afinal, a melhor sensação que podemos ter, é refletir sobre nosso dia e concluir: Eu vivi.

Autor: Guilherme Henrique da Silva